quinta-feira, 6 de julho de 2017

St. John's College, Oxford
Cidade vs. Beca I

As vezes é preciso contar meus planos para alguém mais de uma vez. Não porque meus interlocutores seja estúpidos ou desatentos, mas simplesmente porque o que pretendo fazer parece implausível demais para ser verdade.

Home sweet home (por 3 semanas)
Estarei em Oxford por 3 semanas, dividindo o meu tempo entre o departamento de 'Fisiologia, Anatomia e Genética', por um lado, e o Instituto de Matemática, por outro, enquanto tento entender como neurônios se formam e migram. Como nada nesta cidade é simples ou cartesiano, sou hospede do St. John's College, que intersecciona mas nem se sobrepõe ou se superpõe aos departamentos supracitados. Vim a convite do Prof. Zoltan Molnar, que na SfN de San Diego em 2016 marchou até onde eu apresentava meu poster e simplesmente me perguntou - 'Você é o Bruno? Quer passar um mês em Oxford ano que vem?"

"Claro! Em Julho eu apareço com minha bicicleta"

Ele ficou feliz com o aceite, e ignorou a menção à bicicleta. Obviamente um chiste, deve ter pensado

Ao se aproximar a data, discutimos a hospedagem. "Eu só preciso de espaço para mim e minha bicicleta", eu disse.

Quase no dia de viagem, combinamos horários. Expliquei que chegaria cedo pela manhã em Heathrow e demoraria cerca de 6-7 horas pedalando até chegar.

Pronto para rodar
Pousei em Heathrow. Fui até sua extremidade ocidental, comprei um cartão telefônico local, montei a bicicleta, ajustei a bagagem no bagageiro, e sai pedalando. Cheguei em Oxford no horário combinado. Peguei minha chave e me instalei, e fui me encontrar com o Zoltan para jantar. Conversa agradável, indo e voltando, e começo a falar da vinda. Após alguns minutos, finalmente ele tem a epifania: "Você veio pedalando do aeroporto?!" - Tentei protestar, mencionar que já havia explicado meus planos, etc. - "VOCÊ É DOIDO! Nunca ouvi de alguém que tenha feito isso".

Passado o espanto, o jantar transcorreu normalmente. Mas nos dias seguintes, sempre que eu era apresentado a alguém, era com variações sobre o tema "Bruno, do Brasil/Rio. Ele é físico, e veio pedalando desde Heathrow em uma bicicleta dobrável!"

Termino mencionando que não é a primeira vez que faço isso. Já pedalei até Reading a partir de Heathrow, e até Oxford a partir de Londres. É bastante mais direto e racional (para não falar barato) do que pegar um trem para Londres, e outro na direção oposta logo em seguida. Desta vez a viagem foi agradável e sem maiores percalços (exceto pelas inexplicáveis esculturas de coelhos antropomórficos que encontrei em uma fazenda perto de Marlow). Fui seguindo por estradas secundárias, trilhas rurais e ocasionais picadas,  parando em pubs locais para as várias refeições de hobbit que um passeio destes requer.
Usem a criatividade

Um comentário:

mancebo disse...

Vi um coelho antropomórfico desses no Sculpture Garden de Washington DC, chama-se "Thinker on a Rock".